Sobre Nós

Somos um grupo de pessoas críticas à ideia de “identidade de gênero” em geral e à noção de “criança trans” em particular. Consideramos que o conceito de transgeneridade incentiva procedimentos médicos-cirúrgicos desnecessários em órgãos perfeitamente saudáveis e perpetua os mesmos estereótipos sexistas que o feminismo luta para destruir.

Nossos objetivos:

– Ampla discussão nacional sobre as consequências da ideia de “criança trans” propagandeada pela mídia brasileira, com a participação de mães, pais, movimentos sociais e profissionais de saúde e educação.

– Incentivo a terapias, práticas educacionais e políticas públicas que visem à aceitação das crianças fora dos estereótipos como indivíduos que nada têm de errado em seus corpos e cérebros.

– Rejeição total do Projeto de Lei João Nery, protocolado pelo deputado Jean Wyllis (PSOL-RJ) [ http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=565315 ].

– Proibição, pelo Conselho Federal de Medicina, de bloqueadores de puberdade, hormonizações e cirurgias a menores de 18 anos.